A dor de cabeça infantil é algo vulgar e que, geralmente, não é preocupante. Não é um facto assim tão surpreendente dado que, ao longo da vida, todos experienciamos variadas dores de cabeça.

 

Sabia que a dor de cabeça está no top 3 das dores mais comuns?

 

As crianças, tal como os adultos, experienciam dores na cabeça que diferem na sua frequência, intensidade e área afetada. Hoje, falamos-lhe sobre a dor de cabeça infantil, os seus sintomas e possíveis tratamentos. 

 

O que é a dor de cabeça infantil?

A dor de cabeça infantil ocorre quando um bebé ou uma criança sente dor ou desconforto na região da cabeça. Apesar de incomodativa, a dor de cabeça infantil é, usualmente, pouco frequente e breve. 

Ao descobrir o mundo, os bebés e crianças vão também descobrindo o desconforto. Infelizmente, não sabem identificar e expressar as suas dores como os adultos, traduzindo estas dores em choro e irritabilidade.

O trabalho mais desafiante para os pais e cuidadores é descobrir quais as estratégias de comunicação dos seus filhos quando estão incomodados por dores e saber quando estas são motivo de preocupação. 

 

Sintomas de dor de cabeça nas crianças

Os sintomas da dor de cabeça infantil podem variar dependendo das circunstâncias subjacentes. Ou seja, a causa da dor de cabeça nas crianças pode provocar sintomas adicionais.

O primeiro e mais importante sintoma da dor de cabeça infantil é, precisamente, o desconforto na região da cabeça ou face. A dor pode ser mais ou menos forte e em uma ou várias áreas da cabeça.

A dor de cabeça nas crianças pode provocar também uma sensação pulsante ou de pressão na cabeça e face. A sensibilidade à luz e ao som são também sintomas comuns, levando a criança a preferir locais silenciosos e/ou escuros. 

Para além destes sintomas mais comuns, a criança pode ter náuseas e em casos mais críticos, vómitos. Este sintoma é, usualmente, sinal de uma dor de cabeça infantil intensa e que requer alguma atenção.

Durante episódios de dor, a criança pode ainda ter perda de apetite e sentir fadiga. O cansaço e dificuldade de concentração adjacentes à dor de cabeça infantil podem causar problemas de sono, o que, por sua vez, leva a irritabilidade e alterações de humor.

 

Quando surgem estes episódios, é importante observar os sintomas cuidadosamente. A dor de cabeça nas crianças varia em intensidade, frequência e duração dependendo da criança e da sua causa. 

 

Se a dor de cabeça infantil se tornar muito frequente, persistir ou piorar, pode ter uma causa mais séria e que requer ajuda médica. Descrevemos em baixo algumas causas da dor de cabeça infantil.

 

Causas da dor de cabeça infantil

A dor de cabeça infantil pode ocorrer devido a diversos fatores, tanto internos como externos. Quer isto dizer que a dor de cabeça nas crianças pode surgir devido a possíveis doenças ou ser causada pelo ambiente e comportamentos da criança.

  • Um exemplo de fatores internos é a dor de cabeça infantil causada por problemas de visão. As doenças oculares, como miopia ou astigmatismo, provocam fadiga nos olhos devido ao esforço que a criança faz ao tentar ver melhor.
     
  • Outro fator considerado interno é a enxaqueca hereditária, cujos sintomas são caraterizados por dores intensas na cabeça acompanhadas de náuseas e sensibilidade à luz e ao som.
     
  • As doenças sazonais que causam pequenas infeções a nível da face, como nariz e ouvidos, são também uma causa comum de dor de cabeça infantil. Um exemplo muito comum é a gripe.
     
  • Os fatores externos que podem provocar dor de cabeça infantil prendem-se com o ambiente em que a criança está inserida. Ruídos altos, cheiros muito fortes ou mudanças de temperatura repentinas podem despoletar dores na cabeça.
     
  • Para além do ambiente, os comportamentos da criança refletem-se também no bem-estar da mesma. A tensão, por exemplo, é uma causa frequente da dor de cabeça infantil. Esta pode ser desencadeada por stress, ansiedade, cansaço ou má postura, entre outros.
     
  • Uma hidratação adequada é também essencial para prevenir dores de cabeça. Nem sempre é fácil convencer as crianças a beber a quantidade de água necessária, pelo que pode ocorrer desidratação. Durante o exercício físico intenso, a dor de cabeça infantil pode surgir também em resposta à desidratação ou a esforço inadequado.
     
  • Por fim, a causa mais perigosa da dor de cabeça infantil é o trauma. Lesões na cabeça provocadas por quedas ou acidentes podem causar dores de cabeça moderadas ou intensas, e devem ser acompanhadas pelo médico para descartar contusões mais graves.
Quando procurar ajuda para a dor de cabeça infantil

Quando procurar ajuda para a dor de cabeça infantil?

A dor de cabeça infantil, tal como a dor de cabeça nos adultos é algo comum e, usualmente, inevitável. Uma ou outra dor, desde que pontual e de intensidade fraca a moderada, não deve ser motivo de preocupação.

Contudo, deve procurar cuidados médicos se a dor de cabeça infantil for suspeita. As dores muito frequentes ou intensas devem ser vigiadas e comunicadas ao médico especialista que acompanha a criança.

Também as dores de cabeça acompanhadas de sintomas invulgares, como vómitos, insónia, desequilíbrio, dificuldade na fala, desmaios ou alterações de comportamento, requerem ajuda de um profissional de saúde.

 

Tratamento para a dor de cabeça nas crianças

O tratamento para a dor de cabeça infantil depende da causa e dos sintomas demonstrados pela criança. Dores de cabeça mais graves e com origem em doenças requerem um tratamento médico com a ajuda de medicamentos. 

No entanto, dores de cabeça leves ou moderadas e que sejam pontuais podem ser tratadas sem intervenção médica. A utilização de medicamentos analgésicos de venda livre, como o Paracetamol ou o Ibuprofeno, podem ser a solução.

Ao administrar qualquer tipo de medicação em crianças, é crucial seguir as instruções de dosagem adequadas para a faixa etária da criança. Aconselhe-se com o seu farmacêutico e em caso de dúvida, consulte o seu médico.

Para permitir que a dor de cabeça diminua e a criança se sinta mais confortável, é essencial um ambiente relaxante e tranquilo que permita o repouso da criança. Garantir que a criança está hidratada e alimentada ajuda também na recuperação.

 

Como prevenir a dor de cabeça infantil?

Embora não seja possível prevenir sempre a dor de cabeça infantil, existem algumas medidas que podem reduzir a sua ocorrência. O estabelecimento de rotinas que fomentem comportamentos saudáveis pode ajudar a reduzir as dores de cabeça originárias de fatores externos.

Como mencionado anteriormente, uma hidratação e alimentação adequadas são fundamentais. Uma boa nutrição permite o desenvolvimento saudável do corpo e mente da criança, evitando possíveis dores de cabeça resultantes da falta de nutrientes.

A prática de exercício físico moderado auxilia na redução do stress, promove o desporto ao ar livre e melhora a circulação sanguínea. Todos estes fatores ajudam na prevenção de dores derivadas de stress, ansiedade e/ou má postura.

A gestão do stress para crianças em idade escolar é importante para que não se sinta sobrecarregada. O novo ambiente da escola, as relações interpessoais e o aproveitamento nas disciplinas são todos fatores que podem aumentar os níveis de stress e ansiedade numa criança.

 

Também o uso excessivo de dispositivos eletrónicos podem suscitar a dor de cabeça infantil. A fadiga ocular causada pelos ecrãs de televisão, computadores, tablets ou telemóveis pode desencadear dores de cabeça.

 

Ao seguir estas pequenas dicas, poderá diminuir a possibilidade da dor de cabeça infantil. Todavia, cada criança é única e o que funciona para uma, pode não funcionar para outra. 

Não hesite em consultar um médico para uma avaliação e orientação adequada caso a dor de cabeça infantil seja frequente, intensa ou acompanhada de sintomas incomuns. 

 



Referências:

1. www.cuf.pt/saude-a-z/dor-de-cabeca-na-crianca
2. 
www.medis.pt/mais-medis/gravidez-e-saude-infantil/dores-de-cabeca-nas-criancas-o-que-fazer-e-como-prevenir
3. www.lusiadas.pt/blog/criancas/idade-escolar/criancas-com-dores-cabeca

autor: Bolas de Sabão

0 comentários

Gostou deste artigo?

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *
O seu comentário ficará visível após aprovação.

Saiba mais sobre:

Acompanhe todas as novidades! Subscreva a nossa newsletter

Subscrever Newsletter