O tummy time é mais do que um exercício que ajuda no desenvolvimento motor das crianças: pode ser um verdadeiro momento de profunda ligação entre pais, mães e filhos.

 

O que é tummy time?

O tummy time é um dos primeiros exercícios dos nossos mais pequenos, sendo extremamente importante para o seu desenvolvimento inicial ao longo dos primeiros meses de vida.

Para melhor compreender o que é o tummy time ajuda bastante traduzirmos o seu significado. Em português, tummy time significa “tempo de barriguinha” e é mesmo nisso que consiste o exercício.

O tummy time descreve um exercício simples, no qual os bebés são colocados de barriga para baixo, enquanto estão acordados e são vigiados por mamãs ou papás, ou por alguém da sua inteira confiança.

Pense num bebé de bruços e torna-se mais fácil de o visualizar. Este é um exercício muito simples de realizar, mas essencial para o desenvolvimento motor, visual e até sensorial das crianças. 

Contudo, a maior vantagem do tummy time reside no facto de os bebés fortalecerem os músculos das costas, dos ombros e do pescoço que, mais tarde, os vão ajudar a gatinharem, a sentarem e a andarem. 

Além disso, o tummy time é também essencial para ajudar a evitar que outras condições que possam afetar o desenvolvimento da criança se instalem, como é o caso da plagiocefalia, também conhecida por síndrome da cabeça achatada.

Como se vê, o tummy time é um exercício muito simples, mas cheio de benefícios!

 

Benefícios do tummy time para o desenvolvimento do bebé

Além das condições motoras referidas acima, os benefícios do tummy time para o desenvolvimento do bebé são muito variados. Durante os primeiros meses de vida, os mais pequenos estão ainda a desenvolver os músculos do pescoço que os vão ajudar a segurar a cabeça e a observar tudo o que os rodeia.

Mais tarde, por volta dos quatro meses, são também estes exercícios que os convidam a esticarem os seus bracinhos e a levantarem mais vezes a cabeça ou o peito, mesmo quando já forem capazes de o fazer sozinhos. 

Mesmo assim, é importante que exista sempre algum tipo de supervisão durante o tummy time, principalmente durante os primeiros meses.

 

A partir de que idade fazer tummy time?

O tummy time é um exercício indicado logo para os primeiros meses de vida dos bebés. Aliás, logo a partir dos primeiros dias! Desde o primeiro momento em que chegam a casa, vindos do hospital, é possível começar a praticar este tipo de exercício.

Naturalmente, à medida que os primeiros meses se vão passando, melhor se vão adaptando ao tummy time e a este momento que, na prática, até pode ser visto como um momento de brincadeira e de ligação profunda entre mães, pais e filhos.

Durante os primeiros três meses de vida, o objetivo é ajudar as crianças a desenvolverem os músculos do pescoço.

Mais tarde, entre os 4 e os 7 meses, o tummy time torna-se essencial para os ajudar a descobrirem o mundo em seu redor, mesmo quando os mais pequenos já são capazes de rebolar ou de se sentarem sem precisarem de grandes ajudas.

Depois, à medida que o primeiro aniversário se aproxima, a necessidade de tummy time vai sendo progressivamente reduzida.

 

Como fazer tummy time e com que frequência?

A forma como o tummy time deve ser feito, bem como a sua frequência ideal, varia de acordo com a idade dos bebés.

Durante os primeiros meses de vida – e logo que o recém-nascido se encontre em casa – procure fazerem em conjunto o tummy time duas a três vezes por dia, durante alguns minutos (entre 3 a 5 minutos).

Normalmente, isto pode ser feito de duas formas: com o bebé de barriga para baixo, sobre o peito da mamã ou do papá; ou através da criação de um espaço específico para os exercícios, bastando estender um lençol por cima de um tapete protetor do chão, por exemplo.

À medida que os bebés se vão habituando (e divertindo) com o tummy time, procure ir aumentando o tempo de cada sessão.

A ideia é o tummy time chegar a cerca de uma hora por dia, quando os bebés atingem os três meses de idade.

Neste ponto, é também importante referirmos que é possível que o seu bebé não seja fã dos exercícios de tummy time. Isto é absolutamente natural, uma vez que a posição de barriga para baixo pode ser frustrante, ao início.

Lembre-se que o objetivo é também esse: ajudá-los a desenvolver os músculos que, por sua vez, os vão ajudar a explorar e a observar o seu ambiente. 

É também por esta razão que se recomenda que os exercícios comecem por ser breves, indo aumentando o tempo de sessões com os dias, as semanas e os meses.

Uma boa ideia para que se divirtam ainda mais é realizar os exercícios de tummy time quando os seus mais pequenos se encontram bem alimentados, de fralda mudada e muito felizes! Talvez até depois de uma sesta? Quando começam a ficar um pouco mais “velhos” (entre os quatro e os sete meses), os exercícios de tummy time vão ajudá-los a sentarem-se, a gatinharem e até a andarem.

Por esta altura, os mais pequenos já estão habituados aos exercícios de tummy time, mas, nesta fase, importa também aumentar o desafio: faça barulhos ligeiros ou cante de modo a incentivar o bebé a procurar pelos sons e a participar mais ativamente durante os exercícios.

Do mesmo modo, pode também colocar um brinquedo e encorajá-los a chegarem até ele e a começarem a esticarem-se ou mesmo a avançarem para que o possam agarrar.

Mas embora estes exercícios sejam fáceis de realizar, existem algumas regras de segurança a ter em conta.

Tummy Time

Regras de segurança

Para que os momentos de tummy time corram sem grandes percalços, é essencial que se mantenha sempre perto do bebé durante os exercícios. É importante vigiá-los durante estes momentos e realizá-los numa superfície segura e baixa – evite a cama ou o sofá, por exemplo e procure utilizar tapetes protetores do chão, alguns especificamente desenvolvidos para bebés.

Por último, é também importante diferenciar o tummy time do período de dormida, no qual os bebés devem ser colocados sempre de barriga para cima e nunca de barriga para baixo, por motivos de segurança.

 

Quando evitar fazer tummy time?

É possível que o seu bebé não seja o maior fã do tummy time, pelos mais variados motivos, desde um sentimento de frustração até à possibilidade de passar por alguns refluxos.

Contudo, é sobremaneira importante ser perseverante, na medida em que estas são situações não só normais, como passageiras, principalmente durante os primeiros dias de exercícios. 

Quando isto acontece, é mais importante seguir em frente com os exercícios do tummy time do que evitá-los.

Para isso, procure distraí-los com algumas brincadeiras ou cantorias, com brinquedos coloridos em torno da criança ou até em manter o contacto visual durante o tummy time.

A verdade é que alguns bebés precisam apenas de uma ajudinha extra para se habituarem ao tummy time e começarem não só a beneficiar de um dos exercícios mais importantes durante os primeiros meses de vida, mas também um dos mais divertidos momentos de brincadeira em família.

À medida que os meses vão passando, as necessidades de tummy time vão diminuindo também. Estes exercícios deixam de ser considerados essenciais, uma vez que os músculos do bebé e o seu desenvolvimento motor começam a ocorrer de forma natural, à medida em que se começam a mexer e a explorarem por si próprios.

Mesmo assim, avalie a situação com o médico que os acompanha e retire todas as dúvidas que considerar necessárias para ter a certeza de que deixa de ser necessário o tummy time.

 


 

Referências:

1. https://kidshealth.org/en/parents/tummy-time.html

2. https://safetosleep.nichd.nih.gov/safesleepbasics/tummytime

3. https://pathways.org/topics-of-development/tummy-time/

4. https://www.pregnancybirthbaby.org.au/tummy-time

 

autor: Bolas de Sabão

0 comentários

Gostou deste artigo?

Deixe a sua resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *
O seu comentário ficará visível após aprovação.

Saiba mais sobre:

Acompanhe todas as novidades! Subscreva a nossa newsletter

Subscrever Newsletter